quinta-feira, 30 de agosto de 2012

A MONTANHA DO TESOURO - 1928

Zvenigora, 1928
Alexander Dovzhenko


Formato: AVI
Aúdio: -
Legendas: Espanhol (fixa) / Português (separada)
Duração: 91 minutos
Tamanho: 805 Mb
Servidor: Mediafire
LINKS

SINOPSE
Filme inicial da 'Trilogia da Ucrânia' de Dovzhenko, tem quase um tom religioso, retratando um milênio de história ucraniana através da história de um velho que conta a seu neto sobre um tesouro enterrado em uma montanha.

Fonte: CinePlayers

The Internet Movie Database: IMDB

SOBRE ALEXANDER DOVZHENKO

Realizador russo, considerado um dos grandes pioneiros do cinema soviético, nasceu a 11 de setembro de 1894, em Sosnitsa, e faleceu a 25 de novembro de 1956, em Moscou. Educado no seio duma família cossaca, foi encorajado pelo seu avô a tornar-se professor. Juntou-se ao Partido Comunista em 1920 e, no ano seguinte, foi colocado na embaixada soviética na Polónia onde trabalhou como secretário. Em 1926, instalou-se em Odessa onde se apaixonou pelo cinema, dedicando-se totalmente à atividade de realizador. Yagodka Lyubvi (1926) foi o seu primeiro filme mas só conseguiu alguma projeção com Zvenigora (1928), um retrato lírico sobre uma aldeia com uma mensagem soviética propagandística subjacente. Prosseguiu o seu trabalho com Arsenal (1928), um trabalho mais cuidado em termos visuais e que foi bem recebido pelo regime. No entanto, a obra mais conhecida de Dovzhenko é Zemlya (Terra, 1930), um tributo à vida rural ucraniana que foi contudo mal compreendido internamente por ter sido considerado pouco consentâneo com os ideais revolucionários. Continuou a filmar utilizando os estúdios Mosfilm, apesar de não ter caído nas boas graças de Estaline. A sua última obra foi Poema o More (Poema do Mar, 1959), lançado já postumamente.

Fonte: Infopédia


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação do comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários. Dessa forma, o Convergência Cinéfila reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética, ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Para a boa convivência, o Convergência Cinéfila formulou algumas regras:
Comentários sobre assuntos que não dizem respeito ao filme postado poderão ser excluídos;
Comentários com links serão automaticamente excluídos;
Os pedidos de filmes devem ser feitos no chatbox.

Att.,
Convergência Cinéfila