domingo, 15 de maio de 2016

DIAMANTES DA NOITE - 1964

Démanty noci, 1964

Legendado, Jan Nemec

Clique na imagem para ver o trailer
Classificação: Excelente

Formato: AVI
Áudio: tcheco 
Legendas: português
Duração: 63 min.
Tamanho: 700 MB
Servidor: 1Fichier (Parte única)

LINK

SINOPSE
Démanty noci é uma tensa e brutal história sobre dois rapazes Judeus que escapam de um trem que os transportavam de um campo de concentração para outro. Infelizmente, eles viram a caça de um grupo de soldados. O filme vai além dos temas da guerra e anti-nazismo e se preocupa com a luta do homem para preservar a dignidade humana.

Fonte: Filmow
The internet movie database: IMDB - NOTA IMDB: 7.4


ANÁLISE

Nova vlnà: Jan Nemec e os encontros com o absurdo

Dos encontros surge o absurdo no universo de Jan Němec. Entre os principais cineastas da Czech New Wave, foi – ao lado de Věra Chytilová – certamente aquele que levou seu cinema a um caminho mais radical. Ele fala: “O diretor precisa criar seu próprio mundo… um mundo independente da realidade, como ela se apresenta. Os pintores criaram seus mundos, os compositores também. Mas só poucos cineastas alcançaram esse objetivo: certamente Chaplin, certamente Bresson e certamente Buñuel”. O mundo de Němec é estruturado em cima de encontros.

Em Diamantes da Noite, de 1964, temos o encontro de dois jovens fugitivos com velhos nazistas. Já em A Festa e os Convidados, de 1966, há o encontro entre um grupo de pessoas e seres estranhos que promovem um baquete. Nos três episódios de Martíres do Amor, de 1967, uma série de encontros – imaginários ou não – pontuam a narrativa. São eles que fornecem a chave para o absurdo.

A Festa e os Convidados é o mais emblemático dos três. A própria roteirista e esposa de Němec, Ester Krumbachová (que também trabalhou com Věra Chytilová em As Pequenas Margaridas e Fruto do Paraíso e dirigiu o raríssimo Killing The Devil em 1970) cita o nome do dramaturgo do absurdo Eugène Ionesco como a principal referência. No início, vemos um grupo de pessoas de meia idade bem vestidas na fartura de um piquenique na floresta. De repente, há o encontro com sujeitos estranhos. Primeiro o grupo é pateticamente ameaçado – obrigado a ficar dentro de um círculo delimitado por pedrinhas no chão. Depois surge o anfitrião, um velho mais simpático que  os convida para um banquete. O filme é uma das obras mais desconcertantes da década de 60.

Continue lendo em freakiumemeio




















































Um comentário:

  1. Sempre fico feliz em encontrar " vida inteligente " na rede... esse blog é um oásis de vida inteligente. Ótimos filmes infelizmente pouco conhecidos do grande público, porém com um público seleto. Parabéns e continue a nos brindar com essas preciosidades. Grato.

    ResponderExcluir

Política de moderação do comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários. Dessa forma, o Convergência Cinéfila reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética, ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Para a boa convivência, o Convergência Cinéfila formulou algumas regras:
Comentários sobre assuntos que não dizem respeito ao filme postado poderão ser excluídos;
Comentários com links serão automaticamente excluídos;
Os pedidos de filmes devem ser feitos no chatbox.

Att.,
Convergência Cinéfila