sábado, 7 de maio de 2016

O RETRATO DE DORIAN GRAY, 1945

The Picture of Dorian Gray, Legendado, 1945, Albert Lewin.
https://youtu.be/jp7xAM-ZCCg
 Classificação: Ótimo

 Formato: AVI (Xvid)
Áudio:
Inglês
Legendas:
Português
Duração:
1h50min.
PG:
13
Tamanho:
1.38 GB.
Servidor: MEGA
Links:

Parte 1
Parte 2
Parte 3

Sinopse:
Dorian Gray é moralmente corrupto. Os anos passam e sua beleza e juventude continuam a ser mantidas. Um retrato seu que ele mantém para si, escondido de olhos alheios, guarda seus segredos - à medida que os anos vão passando, o retrato vai exibindo sua feiúra interior. Aos poucos, porém, suspeitas começam a acontecer com relação a seu comportamento e vitalidade.
Fonte: 
http://www.cineplayers.com/filme/o-retrato-de-dorian-gray/2979 








http://www.imdb.com/title/tt0037988/?ref_=fn_al_tt_3
Internet Movies Database: Nota Imdb 7.6

"O Retrato de Dorian Gray" (1945)

(The Picture of Dorian Gray) De: Albert Lewin, Com: Hurd Hatfield, George Sanders, Angela Lansbury, Donna Reed, Lowell Gilmore, Peter Lawford, EUA – Suspense – P&B – MGM – 1945.

Baseado na obra homônima de Oscar Wilde, o filme O Retrato de Dorian Gray chegou às telas quarenta e cinco anos após a morte de seu polêmico criador. O romance, que foi publicado na Inglaterra pela primeira vez em abril de 1891, além de ter sido mal recebido naquela sociedade Vitoriana, sofreu ainda, graças a seu conteúdo hedonista e homoerótico, diversas criticas negativas. Com o passar dos anos o livro foi tornando-se símbolo da juventude intelectual decadente da época e hoje é um dos maiores clássicos da literatura britânica de todos os tempos, imortalizado também como a obra prima do autor. Realizado com ostentação, requinte e razoável fidelidade a fonte, o filme da Metro Goldwyn Mayer convence. Foi sucesso em seu lançamento e mantém-se até a atualidade como um ótimo trailer de suspense e drama. A escolha do papel central, a principio, foi destinado ao ator Basil Rathbone, porém a Universal negou-se de emprestá-lo a MGM devido seu enorme sucesso na série Sherlock Holmes. Diante disso o estúdio das estrelas recorreu ao novato Hurd Hatfield que acabou interpretando magistralmente o “herói” de Wilde. Mais tarde Hatfield confessou não entender porque havia sido escolhido para o papel considerando-se feio e inferior ao “Adônis que se diria feito de marfim e pétalas de rosa” descrito por Wilde; O filme, assim como o livro, conta a história de Dorian Gray (Hatfield) um jovem aristocrata que vive em Londres no final do século XIX. Dono de uma beleza ímpar, Dorian aparenta ser um rapaz ingênuo e acima de qualquer suspeita. Porém, após ser retratado pelo amigo Basil Hallward (Gilmore), e conhecer os ideais hedonistas de Lorde Henry Wotton (Sanders) o inocente rapaz passa a idolatrar seu quadro de tal forma que chega a oferecer sua própria alma em troca da eterna juventude estampada pelo amigo. Tendo seu pedido aceito, Dorian se condena a eterna jovialidade enquanto seu quadro passa a envelhecer transparecendo, além dos sinais do tempo, todos seus pecados. O filme foi muito bem produzido, venceu o Oscar de melhor fotografia, possui uma trilha sonora tocante (o que inclui a performance de Lansbury com Goodbye Little Yellow Bird), ótima direção de arte, interpretações comoventes e interessantes efeitos (como as sequências do retrato, filmadas em Technicolor). Consagrado como um dos grandes filmes da MGM, O Retrato de Dorian Gray resistiu muito bem ao tempo, encontrando-se hoje entre os grandes clássicos do cinema.
✩✩✩✩


Basil recebe ajuda da pequena sobrinha Gladys para finalizar sua obra 
Dorian Gray é apresentado ao hedonista Lorde Henry Wotton
Que passa a lhe pregar seus ideais 
Dorian após aceitar as idéias de Lorde Henry passa a frequentar a noite londrina
E Em uma taberna conhece sua grande paixão
Sibyl Vane
Os apaixonados Dorian e Sibyl
A Pequena Gladys cresce e Dorian permanece o mesmo
O misterioso Dorian Gray
Hurd Hatfield "quase um astro"
George Sanders caracterizado como Lorde Henry, um coadjuvante de peso
Cartaz original do filme
 Fonte: O cinema Antigo
 

2 comentários:

  1. Amigo, obrigado por dividir o arquivo, pois o mega realmente não está mais baixando arquivos maiores de 1GB. BTW, excelente filme... e blog!!

    ResponderExcluir
  2. Sim, Eleno, entendemos algumas das limitações de quem procura baixar através destes servidores, além destes empecilhos, há ainda o problema com conexões, que nem todos tem disponível uma boa taxa para download, entretanto, da mesma forma, também não se pode limitar consumo de cultura baseado na taxa de download que as pessoas dispõe, o que talvez aconteça muito em breve, mas isso já outro assunto.
    Obrigado por baixar, comentar e continue nos acompanhando, traremos sempre mais ótimos filmes para quem nos acompanha.
    Grande abraço e bons filmes.

    ResponderExcluir

Política de moderação do comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários. Dessa forma, o Convergência Cinéfila reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética, ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Para a boa convivência, o Convergência Cinéfila formulou algumas regras:
Comentários sobre assuntos que não dizem respeito ao filme postado poderão ser excluídos;
Comentários com links serão automaticamente excluídos;
Os pedidos de filmes devem ser feitos no chatbox.

Att.,
Convergência Cinéfila