quarta-feira, 2 de abril de 2014

A PELE DE VÊNUS - 2013

La Vénus à la fourrure, 2013
Legendado, Roman Polanski
Classificação: Regular

Formato: AVI
Áudio: francês
Legendas: português
Duração: 96 min.
Tamanho: 1,57 GB
Servidor: 1Fichier (Três partes)

LINKS

SINOPSE
A trama gira em torno de Vanda (Emmanuelle Seigner) é uma atriz que luta para convencer o diretor Thomas (Mathieu Amalric) de que ela é a pessoa certa para interpretar a protagonista de sua mais nova peça, inspirada em obra de Sacher Masoch. A direção é de responsabilidade de Roman Polanski.

Fonte: Adorocinema
The internet movie database: IMDB - NOTA IMDB: 7.4


ANÁLISE

O desejo e o masoquismo em A pele de Vênus ou um tour de force de ordem psicanalítica 

Em 1870, o austríaco Leopold von Sacher-Masoch publicou o romance Le Vénus à Fourrure, que acabou originando o termo masoquismo (baseado em seu nome), isso devido ao cunho erótico algolagnista da obra. Em seu mais recente filme, Roman Polanski faz um tour de force pelo universo de obsessões, desejos e perversões sexuais de Masoch.
A pele de Vênus (2013) conta a história de Thomas, um dramaturgo prestes a dirigir sua primeira peça, uma livre adaptação de Masoch. Ao final de um dia de audições em busca de uma atriz para dar vida a Vanda, a protagonista da montagem teatral, sem que alguma delas se destaque, Thomas vê chegar ao teatro Vanda, atriz aparentemente atrapalhada que, por alguns problemas, chegou atrasada na audição e pede uma chance, mesmo após as teimosas recusas do dramaturgo. No início, a intérprete se mostra despreparada para o papel, além de apresentar inúmeras críticas sobre a peça que se mostram infrutíferas para Thomas. Ao final, Vanda entra de forma tão forte na personagem que parece ter saído de dentro do romance de Masoch.
Polanski constrói seu filme dentro de um único espaço: o teatro, exceto no início, quando ele abre A pele de Vênus com um plano-seqüência mostrando o exterior da cidade onde se passa a trama até a porta do teatro ser aberta e Vanda adentrar nele. Logo após, descobre-se que essa tomada é nada mais do que uma câmera subjetiva de Vanda. Entretanto, seus braços não aparecem na imagem quando as portas do teatro são abertas, como se essa ação ocorresse de forma divina, o que já denuncia de certa forma o suposto caráter deífico da atriz que provem das páginas do romance de Masoch. Tanto é assim que esse plano-seqüência é executado a partir de um movimento de steadicam, o que por si só confere um ar de flutuação à cena, como se um ser divino vindo do ambiente externo de som e fúria, frio, misto de cores de tons alvas e pastéis, chuvoso e de árvores claustrofóbicas invadisse o espaço teatral. Ao mesmo tempo, Polanski já entrega ao espectador que aquilo é um filme, não é o real, no máximo um substrato do mesmo. Esse caráter brechtiano de tom épico é próprio do cinema moderno (mais propriamente da Nouvelle Vague e dos cinemas novos), do qual Polanski é um dos filhos, principalmente com obras seminais como A faca na água (1962) e Repulsa ao sexo (1965). Ao final, o diretor se vale do mesmo movimento de câmera, como se no início sugerisse a aproximação e no momento derradeiro o afastamento, pois ali já desconstruiu e desnudou suas personagens até os mais profundos confins de suas almas.
Continue lendo em oformalismo
Screenshots








2 comentários:

  1. Olá Hilarius,

    Sou leitor do convergência cinefila e sou cinéfilo de carteirinha. Eu estou mandando esse email porque estou trabalhando numa empresa que desenvolveu um portal sobre cinema - o Cinema Total (www.cinematotal.com). Um dos atrativos do site é que você cria uma página dentro do site, podendo escrever textos de blog e críticas de filmes. Então, gostaria de sugerir que vocês também passassem a publicar seus textos no Cinema Total - assim vocês também atingem o público que acessa o Cinema Total e não conhece o convergência cinefila.

    Se vocês gostarem do site, também peço que coloquem um link para ele no convergência cinefila, na seção Parceiro.

    Se você quiser, me mande um email quando criar sua conta que eu verifico se está tudo ok.

    Um abraço,

    Marcos
    www.cinematotal.com
    marcos@cinematotal.com

    ResponderExcluir
  2. Hilarius, os links de A PELE DE VENUS não funcionam, aparece esse texto abaixo:
    'The requested file has been deleted because was not downloaded within 60 days.'
    Parabens pelo site.

    ResponderExcluir

Política de moderação do comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários. Dessa forma, o Convergência Cinéfila reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética, ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Para a boa convivência, o Convergência Cinéfila formulou algumas regras:
Comentários sobre assuntos que não dizem respeito ao filme postado poderão ser excluídos;
Comentários com links serão automaticamente excluídos;
Os pedidos de filmes devem ser feitos no chatbox.

Att.,
Convergência Cinéfila